Eu sou o princípio e o fim

Estamos em alturas da Kristallnacht. E já com ares de julgador de que a tabela da eterna disputa entre Judeus e Cristãos para ver quem é mais coitadinho vai pender a favor dos Judeus, José Policarpo, o cardeal patriarca de Lisboa, disse que “Hoje sinto uma perda discreta e progressiva do poder de quem nos governa(…)”.

Uma frase destas, saída do seio da Igreja Católica, dá que pensar. Primeiro, porque não é permitida a ordenação de mulheres, logo a Igreja não tem seios. Segundo, porque isto só pode representar uma quebra de fé. Quem será o poder que nos governa? Nestas coisas dos assuntos espirituais, a resposta está logo aqui, na ponta da língua: Deus Pai Todo Poderoso. Ou deverei dizer Deus Pai Discreta e Progressivamente Menos Poderoso?

Estou em crer que só pode ser este o assunto em questão. Sei que já referi isto antes, mas foi de soslaio e decidi tentar outra vez: Não me cabe na ideia, nem debaixo da batina do cardeal sequer, que se esteja a tentar um intervencionismo do Vaticano sobre o nosso Estado, laico. De laicidade, não é o marido da cadela orbital… Mas eles continuam a opinar todos os dias sobre os assuntos temporais, profetas da politeia. A arrogância é pecado, um dos sete magníficos, e no máximo já basta acharem que podem negociar feriados.

Legislar, Irmãos, só nos cânones!

Gonçalo Fortes

Anúncios

2 responses to “Eu sou o princípio e o fim

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s